29 de janeiro de 2017

Primeiro, uma revisão da previsão da semana passada:

  • A maioria dos analistas e a análise gráfica em D1 tinham esperado que o par EUR / USD caísse para o nível de 1,0500 e, em seguida, que voltasse ao seu ponto central em 1,0650. No entanto, o par ficou dentro de um estreito corredor lateral de 1,0710-1,0775 por quase toda a semana e foi apenas na quinta-feira que ele caiu. Ao mesmo tempo a queda foi bastante pequena e, tendo achado um fundo local na área central em 1,0657, o par girou ao redor e voltou a onde começou a semana, ao nível de 1,0695;
  • Quanto ao GBP/USD, apenas 35% dos especialistas e indicadores em H4 apoiaram a sua alta, embora se tenham revelado corretos. Quanto à análise gráfica em D1, não havia descartado a alta do par para o nível de 1,2550, onde o par realmente terminou a semana depois de atingir a altura de 1,2673;
  • Com relação ao par USD/JPY, ele terminou a sessão da semana no nível de janeiro na zona de 115,60. Falando sobre seu movimento dentro da semana, a previsão dada por 40% dos analistas suportados por osciladores em D1 e análise gráfica em H4 e D1, aconteceu. Lembre-se que eles tinham insistido que o par deveria testar mais uma vez as baixas de janeiro de 113,00 e 112,55, que é o que acabou acontecendo;
  • Quanto ao USD/CHF, a maioria dos especialistas, juntamente com a análise gráfica, esperavam uma tendência lateral do par e esse se moveu para o lado obedientemente durante toda a semana em um intervalo estreito, tendo se mantido dentro de 0,9960-1,0025.

 

Previsão para a próxima semana:

Resumindo as opiniões de um número de analistas de bancos líderes e empresas de corretagem, bem como as previsões feitas com base em uma ampla variedade de técnicas e métodos de análise gráfica, podemos dizer o seguinte:

  • Falando sobre o futuro próximo do EUR/USD, a grande maioria (70%) de especialistas continua a esperar que o par diminua para o nível de 1,0600 e para a área de 1,0500. Quanto à análise técnica, as descobertas dos osciladores diferem: seria necessário vender o par de acordo com o H4 e comprar segundo o intervalo de D1. 15% dos analistas e a análise gráfica em H4 também falam sobre a compra, indicando a altura de 1,0775 como o alvo e o próximo nível de resistência em 1,0890. Os restantes 15% dos analistas, juntamente com indicadores de tendência, adotaram uma posição neutra;
  • Uma imagem semelhante surge com relação ao comportamento do GBP/USD. A maioria dos especialistas (55%) e os indicadores em H4 esperam que o par caia inicialmente para o suporte em 1,2415, e depois para 1,2255. Quanto aos analistas restantes, indicadores em D1 e a análise gráfica em H4, eles sugerem que o par vá primeiro alcançar resistência na zona de 1,2730-1,2775. Só então ele começará a cair. A próxima resistência que a análise gráfica em D1 indica está localizada no nível de 1,2875;

  • Os pareceres dos especialistas sobre o futuro do USD/JPY são quase igualmente divididos: 30% esperam sua alta, 40% esperam que ele caia e 30% tomam uma posição neutra. Indicadores de tendência, osciladores e a análise gráfica em D1 também permanecem neutros. Mas os seus "colegas" em H4 estão dispostos a comprar. O ponto central é 115,12. A resistência mais próxima é 115,60, sendo os níveis seguintes em 116,35 e 117,00. Os níveis de suporte estão em 114,40, 113,85 e 112,50. Em relação à previsão de médio prazo, deve-se notar que cerca de 70% dos analistas esperam que o par suba;
  • Quanto ao último par da nossa revisão, USD/CHF, todos os 100% dos especialistas acreditam que o par não será capaz de permanecer em um canal tão estreito pela segunda semana consecutiva. No entanto, os pontos de vista diferem quanto para onde ele vai: 35% esperam sua alta, 65% acreditam que vá cair. Indicadores também tendem a acreditar que caia para a zona de 0,9900. Mas a análise gráfica tanto em H4 quanto em D1 mostra que uma correção pode ocorrer antes que a tendência descendente continue, implicando que o par possa subir para a resistência na área de 1,0085-1,0100;

Resumindo a nossa revisão semanal, é importante lembrar que a próxima semana será preenchida com inúmeros eventos, que tradicionalmente atraem a atenção dos investidores de moeda. Para ser mais preciso, uma decisão do Banco do Japão sobre as taxas de juros é esperada na terça-feira, 31 de janeiro, uma decisão semelhante do Federal Reserve dos EUA é esperada na quarta-feira, 1 de fevereiro, e o Banco da Inglaterra deverá anunciar a sua decisão na quinta-feira, 2 de fevereiro. Além disso, no final da semana, na sexta-feira, 3 de fevereiro, o BCE realizará uma reunião, ao passo que dados econômicos importantes da China e dados sobre o emprego (NFP) dos Estados Unidos serão divulgados.

 

Roman Butko, NordFX


« Notícias e análises do mercado
Receba
treinamento
Novo no mercado? Utilize a sessão “Educação”. Comece o treinamento
Siga-nos nas redes sociais