5 de fevereiro de 2017

Primeiro, uma revisão da previsão da semana passada:

  • Apesar do fato de que a semana passada foi preenchida com importantes eventos econômicos, não conseguiu entregar grandes surpresas. A tendência de alta do par EUR/USD, cujo início aconteceu precisamente na noite de Ano Novo de 2017 (claramente visível em D1), foi continuada. A maioria dos especialistas esperava que o par recuasse para a borda inferior do canal ascendente na área de 1,0600 e possivelmente para romper com ela. No entanto, tendo descendido a 1,0620, o par não conseguiu penetrar no suporte e subiu, terminando a semana no ponto que a análise em H4 previa: precisamente na intersecção da linha central do canal ascendente e do nível de resistência forte de 1,0780;
  • No que diz respeito à previsão para o GBP/USD, a maioria dos analistas e indicadores em H4 espera que caia para o apoio em 1,2415. Já era terça-feira quando o par marcou um mínimo local em 1,2412. Depois, começou a subir. No entanto, na quinta-feira a tendência tinha mudado novamente e, após anúncios do Banco da Inglaterra, o par caiu, perdendo 250 pontos em um dia e meio;
  • Lembre-se de que os pareceres dos especialistas sobre o futuro do USD/JPY ficaram quase divididos: 30% deles esperavam sua alta, 40% esperavam que ele caísse e 30% tomaram uma posição neutra. No entanto, o peso coletivo relativamente maior dos ursos (em apenas 10%) aparentemente derrubou o par. E este correu para baixo desde o início da sessão semanal, facilmente quebrando o ponto central de 113,95 do canal lateral, o qual tinha sido lançado em meados de janeiro, terminando a semana em sua fronteira inferior na área de 112,50;
  • A previsão para o par USD/CHF teve precisão perto de 100%. A grande maioria dos especialistas, apoiada por indicadores, esperava que caísse para a zona de 0,9900. Ao mesmo tempo a análise gráfica advertiu que uma correção poderia seguir antes que a tendência para baixo continuasse, e o par subiria então à área de 1,0085. Foi o que aconteceu: na segunda-feira, o par atingiu o limite superior do canal descendente (1,0045), depois desceu, terminando a semana no nível de 0,9920.

 

Previsão para a próxima semana:

Resumindo as opiniões de um número de analistas de bancos líderes e empresas de corretagem, bem como as previsões feitas com base em uma ampla variedade de técnicas e métodos de análise gráfica, podemos dizer o seguinte:

  • Falando sobre o futuro do EUR/USD, a grande maioria (65%) dos especialistas acredita que o alvo da tendência de alta de médio prazo ainda não foi alcançado, e o par deve subir para a área de pelo menos 1,0850-1,0870. Os indicadores de tendência e os osciladores em D1 concordam com isso. Quanto aos indicadores em H4, eles tomaram uma postura neutra e a análise gráfica em H4 especifica os limites do corredor lateral: 1,0700-1,0820. Note-se que, dando a previsão para o próximo mês, 60% dos especialistas e a análise gráfica em D1 acreditam que o par não será capaz de evitar uma queda para o nível de 1,0500;

  • Falando sobre o futuro do GBP/USD, 55% dos analistas, com o apoio de indicadores e a análise gráfica em H4, esperam que a tendência lateral das duas últimas semanas continue. De acordo com esta previsão, os ursos terão um certo grau de superioridade, o apoio principal será em 1,2415 e o ponto central será em 1,2542. É dentro desses limites que o par deve se mover para dentro nos próximos dias. Quanto à previsão a médio prazo, 60% dos analistas e análise gráfica em D1 apoiam os ursos, aguardando a queda do par para a zona de 1,2100-1,2200,
  • A opinião dos indicadores, tanto em H4 quanto em D1, está inequivocamente ligada à alta do par USD/JPY. Mas não há tal unidade entre os analistas, já que apenas metade deles concorda com os indicadores sobre a próxima semana. No entanto, a médio prazo, o número daqueles que apoiam cresce para 75%. A análise gráfica diz que, de acordo com suas leituras, o mínimo local para o par estará na zona de 112,07-112,50 e depois de alcançá-lo, o par deve partir para conquistar os picos. Os níveis de resistência estão em 116,70 e em 118,70;
  • Quanto ao último par de nossa revisão, USD/CHF, 65% dos especialistas e a análise gráfica em H4 estão confiantes de que tendo se recuperado do apoio na área de 0,9870-0,9900, o par deve subir e retornar à marca simbólica em torno de 1,0000. Um ponto de vista alternativo é representado pelos restantes 35% dos analistas e análise gráfica em D1. Na sua opinião, o par pode cair ainda mais e entrar num período de movimento lateral no corredor de 0,9750-0,9870. O próximo suporte é em 0,9670.

 

Roman Butko, NordFX


« Notícias e análises do mercado
Receba
treinamento
Novo no mercado? Utilize a sessão “Educação”. Comece o treinamento
Siga-nos nas redes sociais