23 de janeiro de 2017

Primeiro, uma revisão da previsão da semana passada:

  • A principal previsão para o par EUR / USD havia dito que no início da semana o par poderia subir para 1,0685 ou até mais para a área 1,0700-1,0800. Foi o que aconteceu na realidade. Na terça-feira, o par alcançou o nível de 1,0720, antes de retornar 130 pontos para baixo e saltar para trás outra vez, terminando a semana perto da marca de 1,0700;
  • Quanto ao comportamento do par GBP / USD, 50% dos especialistas previram seu movimento para cima e a análise gráfica indicou o alvo na área de 1,2400-1,2500. Isso se tornou 100% correto. Na primeira metade da semana, o par fez o aparentemente impossível: inspirado pelos discursos do governador do Banco da Inglaterra, M. Carney, e do primeiro-ministro britânico, T. May, bem como por indicadores otimistas da economia do Reino Unido, o par saltou para cima por 430 pontos e retornou ao forte nível de suporte / resistência dos últimos quatro meses na zona 1,2385-1,2415;
  • No caso do USD / JPY, a maioria dos especialistas e indicadores em H4 e D1 esperava que o par descesse ao mínimo local na área de 113,00, depois do qual se esperava virar e ir para cima. Na realidade, o par superou essas expectativas, marcando o mínimo como 45 pontos abaixo do nível previsto de 112,56. Isto foi seguido pela subida programada e o par retornou à marca de 114,60, ao limite superior do corredor de fevereiro-março de 2016;
  • Com relação ao USD / CHF, 65% dos especialistas, indicadores de tendência e a análise gráfica em H4, bem como osciladores em H4 e D1 tinham fortemente aconselhado a vender o par, acreditando que atingiria definitivamente a zona de 0,9950-1,0000. Os investidores que seguiram este conselho foram capazes de lucrar consideravelmente. Espelhando os movimentos do EUR / USD, o par registrou o mínimo no nível de 0,9995 na terça-feira.

 

Previsão para a próxima semana:

Resumindo as opiniões de vários analistas de bancos líderes e empresas de corretagem, bem como as previsões feitas com base em uma ampla variedade de técnicas e métodos de análise gráfica, podemos dizer o seguinte:

  • Está claro que, falando do futuro próximo do EUR / USD, a grande maioria (80%) dos indicadores de tendência olha para cima. Enquanto isso, um terço dos osciladores indica que o par está excesso de compra. Cerca de 60% dos analistas, juntamente com análise gráfica em D1 esperam que ele desça para o nível de 1,0500. Depois disso, em sua opinião, o par será capaz de retornar à resistência de 1,0650;

  • Uma imagem semelhante também emerge com relação ao comportamento do GBP / USD. A maioria dos indicadores acredita na alta do par, enquanto a análise em D1 não exclui o início de uma queda. 65% dos especialistas também estão de acordo com os ursos. O nível de suporte mais próximo é 1,2300, sendo 1,2200 o seguinte. O fundo está na área do mínimo de outubro de 2016 em 1,1950-1,2000. Quanto à análise gráfica, ele desenha um corredor com um intervalo relativamente grande em D1, com o ponto baixo em 1,2000 e o alto em 1,2420. A resistência seguinte é 1,2550;
  • Com relação ao USD / JPY, os indicadores de tendência neste caso tomaram uma posição neutra. As leituras dos osciladores diferem: em H4 insistem em comprar, e em D1 elas insistem em vender. Não há unidade entre os especialistas e a análise gráfica. A maioria dos primeiros (60%) insiste que o par vai subir para a área de 116,00-117,50. O último, tanto em H4 quanto em D1, acredita que deve primeiramente testar outra vez os pontos baixos de janeiro de 113,00 e de 112,55;
  • Quanto ao último par da nossa revisão, USD / CHF, 75% dos analistas junto com a análise gráfica esperam uma tendência lateral dentro de 0,9995-1,0200. Uma visão alternativa vê o par descendo para o nível de 0,9900. No entanto, isso só pode acontecer em caso de acontecimentos econômicos ou políticos significativos na União Europeia e nos EUA, que não são esperados na próxima semana.

 

Roman Butko, NordFX


« Notícias e análises do mercado
Receba
treinamento
Novo no mercado? Utilize a sessão “Educação”. Comece o treinamento
Siga-nos nas redes sociais